1926

No Brasil

3 de janeiro. Nasce Nilson Lombardi em Sorocaba (SP).

16 de abril. Recital de Magda Tagliaferro com obras de Chopin (de bis, interpretou obras de Bach, Debussy e Villa-Lobos). Na primeira parte, Tagliaferro interpretou o Quarteto Op.16 de Beethoven (na versão para piano e trio de cordas) e na parte final interpretou o Quinteto de Franck, com um conjunto dirigido por Zacharias Autuori. TMSP.

25 de abril. Recital de Magda Tagliaferro pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

8 de maio. Recital de Vianna da Motta pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

17 de junho. Recital de Mathilde Nunes com obras de Bach-Liszt, Schumann, Chopin, Scriabin, Ravel, Debussy, Albéniz e Infante. TMRJ.

21 de junho. Recital de Benno Moiseiwitsch pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

5 de julho. Recital de Arthur Rubinstein pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

28 de setembro. Nasce Esther Scliar em Porto Alegre (RS).

9 de outubro. Estelinha Epstein sola o Concerto No.23 de Mozart com orquestra sob regência de Francisco Braga. TMRJ.

30 de outubro. Honorina Silva (aos 11 anos) sola o Concerto No.20 de Mozart com orquestra sob regência de Francisco Braga. TMRJ.

4 de novembro. Recital de Maria Antonia com obras de Bach-Busoni, Mozart, Chopin, Ibert, Villa-Lobos, Barrozo Netto, Henrique Oswald, Philipp e Liszt. TMRJ.

13 de novembro. Lucília Villa-Lobos sola a Suíte para piano e orquestra, de Heitor Villa-Lobos, com orquestra sob regência de Francisco Braga. TMRJ.

17 de novembro. Recital de Ernesto Nazareth interpretando algumas de suas obras: Você bem sabe!, Brejeiro, Está chumbado, Tenebroso, Apanhei-te, cavaquinho, Soberano, Bambino, Turuna, Nenê, Digo, Odeon e Elegantíssima. O recital foi precedido por uma palestra de Mario de Andrade intitulada "Ernesto Nazareth", cujo conteúdo viria a ser publicado no livro "Música, doce música" em 1934. TMSP.

27 de novembro. Orlando Frederico (violino) e João Octaviano Gonçalves (piano) interpretam a Sonata de Leopoldo Miguéz para violino e piano. João Octaviano também interpreta sua transcrição para piano solo do movimento Molto adagio, do Quinteto Op.18 de Henrique Oswald, e o Corrupio, de Francisco Braga. Participaram deste recital diversos outros músicos. TMRJ.

30 de novembro. Maria Antonia sola o Concerto No.2 de Saint-Saëns com orquestra sob regência de Francisco Braga. TMRJ.

7 de dezembro. Recital de Guiomar Novaes pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

No mundo

24 de abril. Recital de alunos do Conservatório de Paris, da classe de Isidor Philipp. Maria Antonia de Castro (brasileira) interpretou obras de Barrozo Netto (Estudo e Feux-follets) e Liszt (Rapsódia espanhola). Também participaram do recital os pianistas Roget, Caron, Blancard, Coeur, Audousset, Staelenberg, Caron, Patasson, Webster, Roget, Périn, Laborde, Passani, Barbé, Golschmann, Chardon, Salle Erard, Paris. [acesse aqui o programa]