1899

No Brasil

9 de abril. Barrozo Netto interpreta a Fantasia de Chopin. Também participaram do recital G. Dufriche (canto), L. Noronha (canto), C. Villaça (canto), Elisabeth Marlitt, Alfredo Martins (violoncelo), Luiz Amabile (piano), Nicolino Milano (violino). Instituto Nacional de Música, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

15 de abril. Concerto em homenagem a Francisco Braga (na época na Alemanha), sob direção dos professores Paulino do Sacramento e Costa Junior. Francisca Monteiro de Barros interpreta uma peça de Chaminade e sola o Concerto No.3 de Beethoven (provavelmente apenas o 1º mov.), com acompanhamento de 2º piano por Barrozo Netto. Também participaram do concerto uma banda de alunos, C. da Sylva Villaça, e um quarteto de clarinetas formado por Luiz Moreira, Francisco Nunes, Leopoldo Salgado e Sabino Braga. Instituto Profissional, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

15 de março. Recital de Jeronymo Silva (violino) e Barrozo Netto (piano) com obras de Goldmarck, Neruda, Wieniawski, Hubay. Barrozo Netto interpretou ao piano solo obras de Grieg, Chopin (2 peças), Beethoven (Sonata No.14, provavelmente o 1º mov.), Schumann (1º mov. da Sonata No.2). Águas virtuosas (provavelmente Lambari (MG)). [acesse aqui o programa]

26 de março. Recital de Jeronymo Silva (violino) e Barrozo Netto (piano) com obras de Grieg (Andante e Final da Sonata em dó menor para violino e piano). Bach, Wieniawski, Grieg, Hubay. Barrozo Netto interpretou ao piano solo obras de Bach, Leopoldo Miguéz (Scherzetto fantástico), Grieg (Sonata, completa), Barrozo Netto (Valsa..., e Improviso). Juiz de Fora, (MG). [acesse aqui o programa]

20 de maio. Barrozo Netto (ainda aluno) interpreta uma peça de Liszt. Christina Möller interpreta uma peça de Chopin. Também participaram do recital Luigi Billoro (flauta), Ricardo Tatti (violino), Ernesto Ronchini (viola), Carlos de Carvalho (canto), F. Nunes (clarineta), Alvaro Pinto de Oliveira (piano), Olivia da Cunha (canto). Os acompanhamentos ao piano foram feitos por Barrozo Netto e Quirino de Oliveira. Salão do Instituto Nacional de Música, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

20 de maio. Barrozo Netto interpreta obras de Grieg (2 peças), e os Prelúdios No.15 e No.16 de Chopin. Suzanna de Figueiredo interpreta a Sonata No.3 de Beethoven (provavelmente o 1º mov.). Helena de Figueiredo interpreta a Sonata No.8 (completa), de Beethoven. Também participaram do recital Raphael Perrota (tenor), Marietta Meira (soprano), Zelia Jardim (declamação), Olivia Cunha, Adelina Vieira (declamação), e o Orphen Carlos Gomes regido por Raphael Perrota. Os acompanhamentos foram feitos por Gebalda e por João Reis. Orpheon Carlos Gomes, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

17 de junho. Julio Reis interpreta o Impromptu e a Serenata em ré bemol, de sua autoria. Barrozo Netto (ainda aluno) interpreta o 1º mov. da Sonata No.2 de Schumann. Jeronymo Silva (violino) e Barrozo Netto (piano) interpretam o Andante e Final da Sonata Op.45 para violino e piano de Grieg. Também participaram do recital Ernesto Ascoly (barítono), João Reis, Julia Crespo, Francisca Falcão C. Crespo, Gastão C. Pereira de Souza, E. Macedo (soprano), Amalia I. da Silva. Club Amazonas, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

22 de junho. José Soares Pinto de Serqueira (referido apenas como Serqueira) interpreta A filha do regimento, paráfrase de concerto de autor desconhecido, e Alfabeto melódico, de sua autoria. Também participaram do recital Helena de Albuquerque (soprano), Luiz Billoro (flauta), Marietta Meira (canto), Adelina Vieira (declamação), Gustavo de Fonseca (violino). Os acompanhamentos ao piano foram realizados por Barrozo Netto. Orpheon Carlos Gomes, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

5 de julho. Recital de Camille Saint-Saëns com obras de câmara de Beethoven, peças de Rameau e Gluck, assim como composições suas de câmara e para piano solo. Com Henrique Oswald, executou o Scherzo para dois pianos (de Saint-Saëns). Sala Steinway, em São Paulo. 

29 de julho. Julio Reis interpreta o Impromptu, a Melodia em sol bemol maior e a Serenata (Cenas orientais), todos de sua autoria. ambém participaram do recital Oscar Pedemonte (violino), Carlota Tati Machado (canto), Chiquita Jordan, Judith Gomes, Luiz Biloro (flauta), Adelina Vieira (declamação). Os acompanhamentos ao piano foram realizados por Barrozo Netto. Orpheon Carlos Gomes, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

26 de agosto. Renata Greve e Baby Lima (piano a 4 mãos) interpretam a Protofoni de O guarani, de Carlos Gomes. Renata Greve interpreta uma mazurca de Godard. Barrozo Netto interpreta uma peça de Liszt, o Prelúdio No.16 de Chopin, e duas peças de sua autoria (Valsa lenta e Romance). Jeronymo Silva (violino) e Barrozo Netto (piano) interpretam as Suítes No.2 e No.5 de Goldmark para violino e piano. Também participaram do recital Leopoldo Noronha (canto), Joaquina Lima (canto), Luiz Bizarro (violino), Annita Lima (bandolim).  Os acompanhamentos ao piano foram feitos por Barrozo Netto. Casa do Barão do Rosário, provavelmente Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

16 de setembro. Julieta L. de Souza Lopes (ou Julieta L. de Souza Porto) interpreta obras de Raff , Goddar e Chopin. Francisca Monteiro de Barros interpreta obras de Chaminade e Chopin. Barrozo Netto interpreta uma peça de Liszt. Também participaram do recital Machado Junior, Carlos Tyll (cítara), Alfredo S.de Araujo Monteiro, Maria Izabel Vieira do Couto (canto), Thereza Machado  (soprano), Luigi Margutti (violino), F. Gurgolino de Souza (piano). Club Amazonas, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

29 de outubro. Maria da Gloria Valdetaro e Fanny A. Zoricic (dois pianos) interpretam o Grande dueto para pianos de Moscheles. Carolina Pereira Braga e Elvira Bello Lobo (dois pianos) interpretam a Gavotte e Musette Op.200 de Raff. Fanny A. Zoricic interpreta a Sonata No.3 de Beethoven (provavelmente o 1º mov.). Também participaram do recital Carlos de Carvalho (canto), Ricardo Tatti (violino) ,Alberto Nepomuceno (órgão), Gertrud Zenke (mezzo-soprano), Roxy King (soprano), Nicia Silva (canto), e coro formado por 23 vozes femininas com solo pela soprano Nicia Silva. Os acompanhamentos ao piano foram feitos por Alberto Nepomuceno e Barrozo Netto. Salão do Instituto Nacional de Música, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

No mundo