2006

No Brasil

Centenário de nascimento de Radamés Gnattali.

João Carlos Martins e a Bachiana Filarmônica recebem o prêmio APCA 2006 (Associação Paulista de Críticos de Artes), na categoria "Prêmio especial".

7 de janeiro. Homenagem ao centenário de Radamés Gnattali. Show do Novo Quinteto, formado por Maria Teresa Madeira (piano), Marcos Nimrichter (acordeon), Oscar Bolão (bateria), Omar Cavalheiro (contrabaixo) e Henrique Cazes (guitarra), com obras de Radamés Gnattali (Meu amigo Tom Jobim, Amargura, Bate-papo a três vozes, Suíte Retratos (provavelmente apenas os movimentos I. Pixinguinha e III. Anacleto de Medeiros), Urubu (variações sobre o Samba do Urubu)), Pixinguinha (Sofres porque queres), Jacob do Bandolim (Biruta), Luiz Bandeira (Samba com Luciano). SESC Flamengo, Rio de Janeiro.

20 de janeiro. Recital de Radegundis Feitosa (trombone) e Maria Teresa Madeira (piano) com obras de Bozza, Leopold Mozart (Concerto para trombone), Piazzolla, Rimsky-Korsakoff, Arban, G. Gagliardi (Cantilena No.2 (I. Andante; II. Frevo)), José U. da Silva (Duda) (Marquinhos no Frevo) (de bis), como parte do 28º CIVEBRA (Curso Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília). Teatro Levino de Alcântara, Escola de Música de Brasília.

21 de janeiro. Maria Teresa Madeira sola o Concertino para piano e orquestra de cordas, de Ronaldo Miranda, com a Orquestra Antunes Câmara, sob regência de Ênio Antunes, como parte do 28º CIVEBRA (Curso Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília). Teatro Levino de Alcântara, Escola de Música de Brasília.

23 de janeiro. Suite Picnic, de Claude Bolling, por Maria Teresa Madeira (piano), Marcelo Barboza (flauta), Mario Ulloa (violão) e Kiko Freitas (bateria), como parte do 28º CIVEBRA (Curso Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília). Teatro Levino de Alcântara, Escola de Música de Brasília.

24 de janeiro. Maria Teresa Madeira sola a Rhapsody in blue, de Gershwin, com a Big Band de alunos do 28º CIVEBRA (Curso Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília) sob regência de Manoel Carvalho. Sala Villa-Lobos, Teatro Nacional Claudio Santoro, Brasília.

26 de janeiro. Recital de  Ênio Antunes (violino) e Maria Teresa Madeira (piano), como parte do 28º CIVEBRA (Curso Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília). Teatro Levino de Alcântara, Escola de Música de Brasília.

27 de janeiro. Tributo a Radamés Gnattali, com participação de Maria Teresa Madeira, como parte do 28º CIVEBRA (Curso Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília). Teatro Levino de Alcântara, Escola de Música de Brasília.

2 de fevereiro. “Música brasileira dos grandes mestres do passado”. Recital de Maria Teresa Madeira com obras de Chiquinha Gonzaga (Ó abre-alas, Viva o carnaval, Cordão carnavalesco (do Forrobodó)), Francisco Mignone (Travessuras de Mascarado, No.6 da Caixinha de Brinquedo), Seguida para Três Serenatas (I. Pierrô; II. Arlequim; III. Cornetinhas de Papelão)), Ernesto Nazareth (Exuberante, Batuque), Villa-Lobos (Viva o Carnaval (do álbum No.11 do Guia Prático), Carnaval das Crianças (I. O Ginete do Pierrozinho; II. O Chicote do Diabinho; III. A Manha da Pierrete; IV. Os Guizos do Dominozinho; V. As Peripécias do Trapeirozinho; VI. As Traquinices do Mascarado Mignon; VII. A Gaita de um precoce fantasiado; VIII. A Folia de um Bloco Infantil, esta última peça a quatro mãos com Maíra Freitas). Sala Baden Powell, Rio de Janeiro.

9 de fevereiro. O Carnaval revisitado por compositores brasileiros contemporâneos. Dentre as peças apresentadas, foi interpretado "Na Cadência do Silêncio: O Mestre Zen no País do Carnaval (samba-enredo atonal sobre a vida e obra de John Cage)", de Tim Rescala, pelo conjunto formado por Com Inácio de Nonno (barítono), Maria Teresa Madeira (piano), Jards Macalé (voz e violão) e Rodolfo Cardoso (percussão e eletro-domésticos). Sala Baden Powell, Rio de Janeiro.

8 de março. Show do Novo Quinteto, formado por Maria Teresa Madeira (piano), Marcos Nimrichter (acordeon), Oscar Bolão (bateria), Omar Cavalheiro (contrabaixo) e Henrique Cazes (guitarra), com obras de Radamés Gnattali (Meu Amigo Tom Jobim, Amargura, Valsa triste, Bate-papo a três vozes, Suíte Retratos (I. Pixinguinha; III. Anacleto de Medeiros), Remexendo, Caminho da saudade, Bate-papo), Pixinguinha (Sofres Porque Queres, Urubatan, Urubu (variações sobre o Samba do Urubu)), Jacob do Bandolim (Biruta, Alvorada), Luiz Bandeira (Samba com Luciano). De bis, foi tocado Biruta, deJacob do Bandolim. Arranjos de Radamés Gnattali Clube do Choro de Brasília.

9 de março. Show do Novo Quinteto, formado por Maria Teresa Madeira (piano), Marcos Nimrichter (acordeon), Oscar Bolão (bateria), Omar Cavalheiro (contrabaixo) e Henrique Cazes (guitarra), com obras de Radamés Gnattali (Meu Amigo Tom Jobim, Amargura, Valsa triste, Bate-papo a três vozes, Suíte Retratos (I. Pixinguinha; III. Anacleto de Medeiros), Remexendo, Caminho da saudade, Bate-papo), Pixinguinha (Sofres Porque Queres, Urubatan, Urubu (variações sobre o Samba do Urubu)), Jacob do Bandolim (Biruta, Alvorada), Luiz Bandeira (Samba com Luciano). De bis, foi tocado Biruta, deJacob do Bandolim. Arranjos de Radamés Gnattali Clube do Choro de Brasília.

10 de março. Show do Novo Quinteto, formado por Maria Teresa Madeira (piano), Marcos Nimrichter (acordeon), Oscar Bolão (bateria), Omar Cavalheiro (contrabaixo) e Henrique Cazes (guitarra), com obras de Radamés Gnattali (Meu Amigo Tom Jobim, Amargura, Valsa triste, Bate-papo a três vozes, Suíte Retratos (I. Pixinguinha; III. Anacleto de Medeiros), Remexendo, Caminho da saudade, Bate-papo), Pixinguinha (Sofres Porque Queres, Urubatan, Urubu (variações sobre o Samba do Urubu)), Jacob do Bandolim (Biruta, Alvorada), Luiz Bandeira (Samba com Luciano). De bis, foi tocado Biruta, deJacob do Bandolim. Arranjos de Radamés Gnattali Clube do Choro de Brasília.

1º de abril. Recital de Maria Teresa Madeira com obras de Bach-Siloti, Debussy, Villa-Lobos (Ibericarabe, Valsa da dor, O polichinelo, de A prole do bebê No.1), Ronaldo Miranda (Suíte No.3, Prólogo, Discurso e Reflexão), Radamés Gnattali (Vaidosa), Claudio Santoro (Toccata), Carolina Cardoso de Menezes (Lembrando Nazareth, Ping-Pong). Centro Cultural Musical, Campos (RJ).

7 de abril. Noite de Música Brasileira. Show de Nicolas Krassik (violino), Maria Teresa Madeira (piano), Oscar Bolão (percussão), Toni Botelho (contrabaixo) e Rodolfo Cardoso (percussão). Clube Caiçaras, Rio de Janeiro.

12 de abril. Recital de Léo Gandelman (saxofone) e Maria Teresa Madeira (piano) com obras de Radamés Gnattali, Villa-Lobos, Ernesto Nazareth e Chiquinha Gonzaga. Bis Espaço Musical, Rio de Janeiro.

15 de abril. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Roberto Minczuk tendo como solista a pianista ucraniana Valentina Lisitsa. TMRJ. 

22 de abril. Concerto da Orquestra Petrobrás Pró-Música sob regência de Isaac Karabtchevsky tendo como solista o pianista russo Andrei Gavrilov. TMRJ.

5 de maio. Concerto da Orquestra Petrobrás Pró-Música sob regência de Isaac Karabtchevsky tendo como solistas Linda Bustani e a soprano Daryn Zimmer. TMRJ.

18 de maio. Recital de Maria Teresa Madeira. Residência do Cônsul da Alemanha no Rio de Janeiro.

5 de junho. Concerto de gala em homenagem a Radamés Gnattali com o Novo Quinteto, formado por Maria Teresa Madeira (piano), Marcos Nimrichter (acordeon), Oscar Bolão (bateria), Omar Cavalheiro (contrabaixo) e Henrique Cazes (guitarra). Dentre as peças apresentadas, constou a Sonatina coreográfica, de Radamés Gnattali. TMRJ.

15 de junho. Recital de Maria Teresa Madeira (piano), Tim Rescala e Rodolfo Cardoso (percussão). Centro Cultural Telemar, Rio de Janeiro.

17 de junho. Concerto da Orquestra Petrobrás Pró-Música sob regência de José Maria Florêncio tendo como solistas Alexandre Dossin e o trompista Philip Doyle. TMRJ.

19 de junho. Recital em homenagem a Radamés Gnattali, com participação da pianista Maria Teresa Madeira, dentre outros músicos. UniRio, Rio de Janeiro.

12 de julho. Recital de Tibô Delor (contrabaixo) e Maria Teresa Madeira (piano). Espaço BIS, Rio de Janeiro.

20 a 29 de julho. Realização do 16º FEMUSICA (Festival de Musica de Inverno de Campos). Campos dos Goytacazes (RJ).

24 de julho. Recital do Trio Corda Solta, formado por Nicolas Krassik (violino), Tibô Delor (contrabaixo) e Maria Teresa Madeiar (piano), como parte do 16º FEMUSICA (Festival de Musica de Inverno de Campos). Anfiteatro da Faculdade de Medicina de Campos, Campos dos Goytacazes (RJ).

25 de julho. Show do Novo Quinteto, formado por Maria Teresa Madeira (piano), Marcos Nimrichter (acordeon), Oscar Bolão (bateria), Omar Cavalheiro (contrabaixo) e Henrique Cazes (guitarra), como parte do 16º FEMUSICA (Festival de Musica de Inverno de Campos). Teatro Municipal Trianon, Campos dos Goytacazes (RJ)       

26 de julho. Recital de Renato Kimachi (flauta), Tibô Delor (contrabaixo), e Maria Teresa Madeira (piano), como parte do 16º FEMUSICA (Festival de Musica de Inverno de Campos). Teatro Municipal Trianon, Campos dos Goytacazes (RJ).

24 de junho. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Luís Gustavo Petrí tendo como solista Jean-Louís Steuerman. TMRJ.

3 de agosto. Concerto em homenagem aos 100 anos de Radamés Gnattali e 70 anos de Raul do Valle, com participação da pianista Maria Teresa Madeira. Sala Cecília Meireles, Rio de Janeiro.

8 de agosto. Série Radamés Gnattali – 100 anos. Recital de Maria Teresa Madeira (piano) e Quarteto Bessler (quarteto de cordas). Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro.

10 de agosto. Recital de Iddriss Boudrioua (saxofone), Toni Botelho (contrabaixo) e Maria Teresa Madeira (piano)  com obras de Villa Lobos, Radamés Gnattali, Ronaldo Miranda, Iddriss Boudrioua, Toni Botelho, dentre outros. Centro Cultural dos Correios, Rio de Janeiro.

12 de agosto. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de lanfranco Marceletti tendo como solista Nelson Freire (comemorando os cinquenta anos de seu primeiro concerto como solista da Orquestra Sinfônica Brasileira). A obra, nas duas ocasiões, foi o Concerto No.9 para piano e orquestra de Mozart. TMRJ.

15 de agosto (às 12:30 e às 18:30). Série Radamés Gnattali – 100 anos. Recital de Maria Teresa Madeira e Laís de Souza Brasil (dois pianos). Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro.

22 de agosto. Recital de Celso Woltzenlogel (flauta), Maria Teresa Madeira (piano) e Quinteto Villa-Lobos (quinteto de sopros). Centro Cultura Banco do Brasil, Rio de Janeiro.

2 de setembro. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de José Maria Florêncio tendo como solista o pianista italiano Pietro de Maria. TMRJ.

5 de setembro. Recital de Leo Gandelman (saxofone) e Maria Teresa Madeira (piano) com obras de Villa-Lobos e Radamés Gnattali. IBAM, Rio de Janeiro.

14 de setembro. Concerto da Orquestra Petrobrás Pró-Música sob regência de Isaac Karabtchevsky tendo como solista Bruno Gelber. TMRJ.

16 de setembro. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Joseph Giunta tendo como solista Arnaldo Cohen. TMRJ.

17 de setembro. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Joseph Giunta tendo como solista Arnaldo Cohen. TMRJ.

19 de outubro. Recital de Paulo Mendonça (trompete) e  Maria Teresa Madeira (piano) com obras de Edino Krieger, Ronaldo Miranda, Lorenzo Fernandez, Francisco Mignone, Roberto Macedo, Alexandre Schubert, dentre outros. Fundação Eva Klabin, Rio de Janeiro.

24 de outubro. “Música Brasileira a Quatro”. Recital de Maria Teresa Madeira (piano), Tim Rescala, Rodolfo Cardoso (percussão) e Oscar Bolão (percussão). SESC Ipiranga, São Paulo.

31 de outubro. Recital de Nelson Freire com obras de Bach-Busoni, Beethoven (Sonata No.21), Franck (Prelúdio, Coral e Fuga), Debussy, Albéniz. Foram tocados 4 Bis, com obras de Albéniz-Godowsky, Villa-Lobos (O ginete do pierrozinho, de O carnaval das crianças), Gluck-Sgambati, Mussorgsky-Rachmaninoff. Sala Villa-Lobos, Teatro Nacional Claudio Santoro, Brasília.

5 de novembro. Recital de Nelson Freire. TMRJ.

7 de novembro. Recital de Nelson Freire. TMRJ.

7 de novembro. Show do Novo Quinteto, formado por Maria Teresa Madeira (piano), Henrique Cazes (guitarra), Marcos Nimrichter (acordeon), Omar Cavalheiro (contrabaixo), Oscar Bolão (percussão), e participação de Leo Gandelman (sax), com músicas de Tom-Jobim e Radamés Gnattali, com arranjos de Radamés Gnattali, Cliff Korman e Henrique Cazes. CCBB, Brasília. [acesse aqui o programa]

8 de novembro. Show do Novo Quinteto, formado por Maria Teresa Madeira (piano), Henrique Cazes (guitarra), Marcos Nimrichter (acordeon), Omar Cavalheiro (contrabaixo), Oscar Bolão (percussão), e participação de Leo Gandelman (sax), com músicas de Tom-Jobim e Radamés Gnattali, com arranjos de Radamés Gnattali, Cliff Korman e Henrique Cazes. CCBB, Brasília. [acesse aqui o programa]

12 de novembro. Série “Na Hora do Chá”. Recital de Maria Teresa Madeira com obras de Alexandre Levy, Alberto Nepomuceno, D. Pedro I, Pattapio Silva, Ernesto Nazareth, Carlos Gomes, e outros. Sala Baden Powell, Rio de Janeiro

14 de novembro. Show do Novo Quinteto, formado por Maria Teresa Madeira (piano), Marcos Nimrichter (acordeon), Oscar Bolão (bateria), Omar Cavalheiro (contrabaixo) e Henrique Cazes (guitarra). Modern Sound (loja de discos), Rio de Janeiro.

18 de novembro. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Roberto Minczuk tendo como solista Dominique Merlet. TMRJ.

20 de novembro. Recital de Maria Teresa Madeira como parte da 4ª Feira de Mùsica Capixaba. Assembléia Legislativa, Vitória (ES).

20 a 22 de novembro. 4ª Feira de Mùsica Capixaba, promovida pela Faculdade de Música do Espírito Santo. A pianista Maria Teresa Madeira participou como professora e palestrante. Assembléia Legislativa, Vitória (ES).

23 de novembro. “Meu Amigo Tom, Meu Amigo Radamés”. Show do Novo Quinteto, formado por Maria Teresa Madeira (piano), Marcos Nimrichter (acordeon), Oscar Bolão (bateria), Omar Cavalheiro (contrabaixo) e Henrique Cazes (guitarra), com participação de Leo Gandelman (saxofone). Sala Cecília Meireles, Rio de Janeiro.

24 de novembro. “Meu Amigo Tom, Meu Amigo Radamés”. Show do Novo Quinteto, formado por Maria Teresa Madeira (piano), Marcos Nimrichter (acordeon), Oscar Bolão (bateria), Omar Cavalheiro (contrabaixo) e Henrique Cazes (guitarra), com participação de Leo Gandelman (saxofone). Sala Cecília Meireles, Rio de Janeiro.

25 de novembro. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Roberto Minczuk tendo como solista Stewart Goodyear. TMRJ.

25 de novembro. Encerramento do Festival Villa Lobos. Recital de Maria Teresa Madeira (piano), Paulo Sérgio Santos (clarineta e saxofone), Omar Cavalheiro (contrabaixo) e Oscar Bolão (bateria) com obras de Debussy, Villa-Lobos, Radamés Gnattali, Jacob do Bandolim, e outros. Museu Villa Lobos, Rio de Janeiro.

11 a 15 de dezembro. Realização do V Concurso Nacional de Piano Maria Teresa Madeira. Conservatório Brasileiro de Musica, Rio de Janeiro.

17 de dezembro. Concerto da Orquestra Petrobrás Pró-Música sob regência de Isaac Karabtchevsky tendo como solista a pianista portuguesa Maria João Pires. TMRJ.

22 de dezembro. Concerto da Orquestra Sinfônica de Heliópolis sob regência de Roberto Tibiriçá tendo como solista Arnaldo Cohen. TMRJ.

No mundo