1927

No Brasil

É inaugurada a Rádio Cruzeiro do Sul do Rio de Janeiro. Ary Barroso atuava como narrador esportivo que tocava gaita quando narrava os gols, e possivelmente como pianista. Outras pianistas que atuavam na rádio eram Carmen Eugenia e Sinhá Braga, conhecida como "A vovozinha da Rádio Cruzeiro do Sul". Arnaldo Rebello e Maria do Carmo Arruda Botlho também se apresentavam em seus estúdios na década de 1940. Prefixo: PRD-2.

25 de janeiro. Nascimento de Antônio Carlos Jobim (Tom Jobim) no Rio de Janeiro.

25 de março. Passa a funcionar o Teatro Cassino Beira-Mar, na Av. Beira Mar s/nº, depois nº 926 - Centro, Rio de Janeiro, até 09/04/1933. Ocupava o Pavilhão Apolo do antigo conjunto erguido nos fundos do Passeio Público para a Exposição do Centenário (seria o Teatro da Exposição); ganhou o nome Casino por ocasião da inauguração em 18/06/1926. Foi demolido em 1936.

26 de março. Concerto comemorativo do centenário da morte de Beethoven. Amelia Henn sola o Concerto No.5 "Imperador", de Beethoven, com orquestra e regente desconhecidos. TMRJ.

26 de março. Concerto comemorativo do centenário da morte de Beethoven. Milton de Lemos interpretou a Sonata No.14 de Beethoven. Olga Mussulin (canto) e Jacy Martins Horne (piano) interpretaram 6 canções de Beethoven. Philippe Messina (violino) e Milton de Lemos (piano) interpretaram a Sonata No.5 para violino e piano, de Beethoven. O prof. Milton de Lemos proferiu algumas palavras antes do recital. [acesse aqui o programa - Centro de Documentação Musical da UFPel]

27 de março. Nasce Osvaldo Lacerda (Oswaldo Lacerda) em São Paulo, SP.

1º de maio. Antonietta Rudge e o quarteto tcheco Zika (Ladislaw Zika, Herbert Berger, Ladislaw Cerny e Ricardo Zika) interpretam o Quinteto de Schumann. TMRJ.

2 de maio. Recital de Alexander Brailowsky com obras de Beethoven (32 Variações em dó menor), Debussy (Suite pour le piano), Chopin (7 peças), e Wagner-Liszt (2 peças). TMRJ.

3 de maio. Recital de Alexander Brailowsky com obras de Bach-Busoni (Chacona), Schumann, De Falla, Rimsky-Korsakoff, Liszt (Valsa mephisto) e Chopin (8 peças). TMRJ.

5 de maio. Recital de Alexander Brailowsky com obras de Bach, Liszt (Sonata), Schumann (Carnaval), Rachmaninoff, Mussorgsky, Scriabin, Balakirev. TMRJ.

7 de maio. Recital de Alexander Brailowsky com obras de Chopin (8 peças + Sonata No.2). TMRJ.

8 de maio. Recital de Alexander Brailowsky com obras de Haydn, Weber, Fauré (Balada), Saint-Saëns, Chopin (5 peças), Liszt e Wagner-Liszt. TMRJ.

10 de maio. Recital de Alexander Brailowsky com obras de Beethoven (comemorativo do centenário de morte), incluindo as Sonatas No.13, No.14 e No.23. TMRJ.

12 de maio. Recital de Alexander Brailowsky com obras de Chopin, Debussy, Villa-Lobos (Alegria na horta, da Suíte floral), Barrozo Netto (Berceuse), Scriabin, Mussorgsky, Stravinsky, Borodin, Lyapunov, Mozart-Liszt (Réminiscences de Don Juan). TMRJ.

13 de maio. Recital de Alexander Brailowsky com obras de Chopin (7 peças + 12 Estudos Op.10 e Op.25). TMRJ.

29 de maio. Recital de Alexander Brailowsky com obras de Beethoven, em homenagem a seu centenário de morte, pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

1º de junho. Recital de Antonietta Rudge, precedido por palestra de "A expressão sentimental na música de Chopin", pelo escrito Aloysio de Castro, pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

21 de junho. Recital de Mark Hambourg com obras de Bach-Tausig, Beethoven, Chopin, De Falla, Hambourg, Liszt, Mendelssohn-Liszt. TMRJ.

23 de junho. Recital de Mark Hambourg com obras de Chopin, Beethoven, Tchaikovsky, Gerny, Tolodini, Chopin-Liszt, Ravel, Schubert-Tausig. TMRJ.

25 de junho. Recital de Mark Hambourg com obras de Haydn, Bach, Bul, Beethoven, Chopin, Debussy, Ravel, Turina, Liszt. TMRJ.

26 de junho. Recital de Mark Hambourg com obras de Schumann, Chopin, Barrozo Netto (Berceuse e Sinos de aldeia), Grainzer e Paganini-Brahms. TMRJ.

2 de julho. Ottorino Respighi sola seu Concerto in modo misolidio "Omnes gentes plaudite manibus" com a Orquestra da Sociedade Sinfônica de São Paulo sob regência de Lamberto Baldi (1ª audição do Rio de Janeiro). TMRJ.

8 de julho. Recital de Kita de Ulhôa com obras de Bach-Busoni, Chopin, Friedman, Debussy, Poueigh e Liszt. TMRJ.

9 de julho. Sylvia de Figueiredo Mata faz a 1ª audição brasileira do Concerto em dó# menor para piano e orquestra Op.80 de Xaver Scharwenka com orquestra sob regência de Francisco Braga. TMRJ.

18 de julho. Recital dos pianistas Dora Soares e Varella Cid. TMRJ.

19 de julho. Recital de Guiomar Novaes com obras de Gluck-Sgambati, Brahms (Variações sobre um tema de Handel), Chopin, Scriabin (Sonata No.4), Debussy, Poulenc, Richard Strauss, Johann Strauss-Godowsky. TMRJ.

24 de julho. Recital de Guiomar Novaes com obras de Rameau-Godowsky (2 peças), Paderewski (Variações e fuga sobre um tema original), Chopin (Sonata No.2), Wagner-Brassin, Eugene-Goossens, Mussorgsky, Niemann, e Liszt (Valsa Mefisto). TMRJ. [acesse aqui o programa]

30 de julho. Amelia Henn sola um dos concertos de Beethoven, com orquestra sob regência de Francisco Braga. TMRJ.

4 de agosto. Recital de Guiomar Novaes com obras de Chopin (incluindo o Prelúdio No.26, descoberto em 1918). TMRJ.

6 (ou 5) de agosto. Recital de Emil Frey com obras de Bach, Beethoven, Chopin, Frey, Rachmaninoff e Liszt. TMRJ.

7 de agosto. Recital de Guiomar Novaes com obras de Gluck-Saint-Saëns, Beethoven, Schumann, De Falla, Henrique Oswald, e Liszt. TMRJ. 

9 de agosto. Recital de Emil Frey com obras de Bach-Busoni, Mozart, Schumann (Fantasia Op.17), Schubert, Schubert-Liszt, e Chopin. TMRJ.

24 de agosto. Recital de Emil Frey pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

16 de setembro. Recital de Wilhelm Backhaus com obras de Beethoven, Schumann, Chopin, Chopin-Backhaus, Mendelssohn-Hutcheson, Mozart-Backhaus, Smetana e Liszt. TMRJ.

18 de setembro. Recital de Wilhelm Backhaus com obras de Bach, Beethoven, Schubert, Chopin, Debussy, Pick-Mangiagalli, Delibes-Dohnanyi, Chopin-Backhaus, Mendelssohn-Hutcheson, Mozart-Backhaus, Smetana e Liszt. TMRJ.

19 de setembro. Recital de Honorina Silva com obras de Scarlatti, Franck, Lorenzo Fernandez, Barrozo Netto, Francisco Braga, Henrique Oswald, Chopin, Liszt e Mendelssohn. TMRJ.

19 de setembro. Recital de Emil Frey com obras de Bach-Tausig, Beethoven (Sonata No.23), Chopin (11 Prelúdios), Liszt, Frey, Rachmaninoff (2 Prelúdios). Conservatório de Música de Pelotas (RS). [acesse aqui o programa, presente no Centro de Documentação Musical da UFPel]

20 de setembro. Recital de Wilhelm Backhaus com obras de Brahms, Beethoven, Schumann, Mendelssohn, Rachmaninoff, Chopin e Liszt. TMRJ.

24 de setembro. Recital de Emil Frey com obras de Beethoven (Sonata No.21), Brahms (3 Rapsódias), Liszt, Schumann (Estudos sinfônicos), Chopin (4 Estudos), Frey (2 peças), Liszt. Conservatório de Música de Pelotas (RS). [acesse aqui o programa, presente no Centro de Documentação Musical da UFPel]

24 de setembro. Recital de Wilhelm Backhaus com obras de Beethoven, Chopin e Schumann. TMRJ.

1º de outubro. Recital de Dora Soares (violino) e Varella Cid (piano) com obras de Beethoven (Sonata No.9 para violino e piano), Vieuxtemps (Fantasia appassionata), Achron, Lili Boulanger, Debussy, Granados-Kreisler e Wieniawski. Varella Cid interpretou ao piano solo obras de Eduardo Burnay (Motivos portugueses), Debussy, Villa-Lobos (O polichinelo, de A prole do bebê No.1), Manuel de Falla e Ciampi. Salão do Conservatório de Música de Pelotas, RS. [acesse aqui o programa, presente no Centro de Documentação Musical da UFPel]

6 de outubro. Concerto de Carmen Samico de Castello Branco (violino) e Eridan S. de Castello Branco (piano) com obras de Handel (Sonata em ré), Lalo (Concerto em fá), Fauré, Mozart, Sarasate, Leclair e Bazzini. TMRJ.

16 de novembro. Recital de Ernani Braga com obras de Bach-Bülow (Fantasia cromática e Fuga), Chopin (4 peças), Faulhaber (Valsa em ré bemol maior), Alberto Nepomuceno (Galhofeira), Henrique Oswald (Estudo não-especificado), Lorenzo Fernandez (Pirilampos, No.5 dos Prelúdios do crepúsculo), Villa-Lobos (Farrapos), Ravel, Debussy (2 peças), Liszt (Valsa mefisto e outra peça). Conservatório de Música de Pelotas, RS. [acesse aqui o programa, presente no Centro de Documentação Musical da UFPel]

26 de novembro. Recital de Ernani Braga com obras de Schumann (Carnaval), Chopin (3 peças), Liszt (2 peças), Henrique Oswald (Pierrot e Serenatella), Luiz Levy (Tango burlesco), João Nunes (Caixinha de música), Villa-Lobos (O polichinelo, de A prole do bebê No.1, A lenda do caboclo, A fiandeira), Ernani Braga (Três miniaturas: I. Elegia; II. Scherzino; III. Valsa lenta). Conservatório de Música, Pelotas (RS). [acesse aqui o programa, presente no Centro de Documentação Musical da UFPel]

29 de novembro. Concerto das alunas de piano de Oscar Guanabarino, com orquestra não-identificada sob regência de Oscar Guanabarino. Inah Vaz solou o Rondó do 2º Concerto de Mozart. Amelia Vieira solou o Concerto No.1 de Mendelssohn. Atalá Soares solou a Valsa-capricho de Saint-Saëns. Emília Amaral solou a Tarantella de Gottschalk. Maria das Mercês solou Près aux clercs (Fantasia) de H. Herz. Amélia Mesquita solou o Concerto de Grieg. Margarida Bittencourt solou o 1º movimento do Concerto No.4 de Rubinstein. TMRJ.

30 de novembro. Recital de Dinorah de Carvalho com obras de Rameau, Bach-Philipp, Mussorgsky, Mompou, Satie, Villa-Lobos, De Falla, Weksler, Liszt e Chopin. TMRJ.

9 de dezembro. Recital de Conceição Costa com obras de Schumann (Carnaval), Bach, Debussy (2 peças), Antonio Leal de Sá Pereira (A chuva plange), Wagner-Liszt, Liszt (Concerto No.1, com acompanhamento de 2º piano provavelmente por Sá Pereira). Salão do Conservatório de Música de Pelotas, RS. [acesse aqui o programa - Centro de Documentação Musical da UFPel]

No mundo

Centenário da morte de Beethoven

28 de janeiro. Primeiro de "Deux concerts de musique brésiliene" [Dois concertos de música brasileira], organizados pela Delegação do Brasil na 7ª Exposição Internacional de Caoutchouc. Souza Lima (piano), Chiaffitelli (violino) e Camerini (violoncelo) interpretaram o Trio de Alberto Nepomuceno. Souza Lima interpretou ao piano solo obras de Francisco Mignone (Lenda sertaneja, talvez a No.1), Fructuoso Vianna (Dança de negros). Chiaffitelli (violino) e pianista não-identificado (talvez Souza Lima) interpretaram obras de Henrique Oswald (Berceuse), Araújo Vianna (A la zingaresca), Edgardo Guerra (Caprice brésilien [Capricho brasileiro]), e Chiaffitelli (Fantasie brésilienne [Fantasia brasileira]). Flautista não-identificado e clarinetista não-identificado interpretaram o Choros No.2 de Villa-Lobos. Camerini (violoncelo) e pianista não-identificado (talvez Souza Lima) interpretaram obras de Henrique Oswald (Élegie) e Alberto Nepomuceno (Tarantelle). I. Gomes, C. Nogueira e Iberê Gomes interpretaram o Trio de Henrique Oswald. Grand Palais, Paris, França. [acesse aqui o programa]

4 de fevereiro. Segundo de "Deux concerts de musique brésiliene" [Dois concertos de música brasileira], organizados pela Delegação do Brasil na 7ª Exposição Internacional de Caoutchouc. Chiaffitelli (violino), Laranjeira, Pasquier e I. Gomes interpretaram o Quarteto de cordas No.2 de Villa-Lobos. Iberê Gomes (violoncelo) e Lucilia Villa-Lobos (piano) interpretaram obras de Villa-Lobos (Elégie e Capricho). R. Lamorlette e L. Cahuzac interpretaram a Sonatina para oboé e clarineta de Oswaldo Guerra. Innocencia da Rocha interpretou ao piano solo obras de Villa-Lobos (A lenda do caboclo, O polichinelo, de A prole do bebê No.1), Alberto Nepomuceno (Galhofeira) e João Nunes (Caixinha de música). Laranjeira (talvez violino), com pianista não-identificado interpretou obras de Elpidio Pereira (Nostalgia) e Alexandre Levy (Tango brasileiro, em transcrição de Souza Lima). Villa-Lobos regeu músicos da Orchestre Colonne e da Garde Républicaine interpretando seus Choros No.3 e Choros No.7. Grand Palais, Paris, França. [acesse aqui o programa]

20 de fevereiro. Souza Lima sola o Concerto No.1 de Liszt com orquestra sob regência de Alfred Bachelet. Também interpreta ao piano solo obras de Prokofieff, Mompou e Chopin. Conservatório de Nancy, Salle Victor-Poirel, Nancy, França. [acesse aqui o programa]

2 de abril. Recital de Jane Bathori (mezzo-soprano) e Souza Lima (piano) com obras de Larroque, André, Williams, Villa-Lobos (Serestas No.4 Saudades da minha vida, No.8 Canção do carreiro, No.11 Redondilha e No.12 Realejo), Buchardo e Rogatis. Jane Bathori (mezzo-soprano) e Federico Mompou (piano) interpretaram canções de Mompou. ane Bathori (mezzo-soprano) e Carlos Pedrell (talvez piano) interpretaram 4 canções de Pedrell. Souza Lima interpretou ao piano solo obras e Villa-Lobos (Sul América), Alberto Williams e Fructuoso Vianna (Dança de negros). Theatre du Vieux-Colombier, Paris, França. [acesse aqui o programa]

5 de maio. Recital de Laranjeira (violino) e Souza Lima (piano) com obras de Handel (Sonata em ré maior para violino), Beethoven (Sonata No.5 para violino e piano), Pugnani-Kreisler, Hartmann e Scott. Souza Lima interpretou ao piano solo obras de Bach-Busoni (Chacona), Chopin, Debussy, De Falla. Société Mozart de Pontivy, França. [acesse aqui o programa]

18 de junho. Recital de Souza Lima com obras de Chopin (4 peças), Liszt (Sonata), Kreisler-Rachmaninoff, Ravel, Debussy, Mompou e Fructuoso Vianna (Dança de negros). Institution Nationale des Jeunes Aveugles, Paris, França. [acesse aqui o programa datilografado]

24 de outubro. Primeiro de dois concertos dedicados a obras de Villa-Lobos. Arthur Rubinstein interpretou o Rudepoema (1ª audição mundial). Aline van Barentzen e Tomás Terán solaram o Choros No.8 (1ª audição mundial), com orquestra sob regência de Villa-Lobos. També foram apresentados os Choros No.2, No.4 e No.7, com diversos músicos. Elsie Houston (soprano) interpretou 5 canções na versão para canto e orquestra. A orquestra foi formada por músicos dos Concerts Colonne. Sala Gaveau, Paris. [acesse aqui o programa completo]

5 de dezembro. Segundo de dois concertos dedicados a obras de Villa-Lobos. Aline van Barentzen interpretou A prole do bebê No.2 completa (1ª audição mundial). Também foram apresentadas 3 obras para coro sob regência de Robert Siohan; o Noneto, sob regência de Villa-Lobos; Três poemas indígenas para canto e orquestra, por Vera Janacopulos (soprano) e orquestra sob regência de Villa-Lobos; e o Choros No.10, sob regência de Villa-Lobos. A orquestra e o coro foram compostos por músicos da Concerts Colonne e do L'Art Choral. Sala Gaveau, Paris. [acesse aqui o programa completo]