1979

No Brasil

Pianistas ganhadores do prêmio APCA 1979 (Associação Paulista de Críticos de Artes): Esther Fuerte Wajman (categoria "Recitalista"), Araceli Chacon (categoria "Revelação"). 

14 de abril. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Isaac Karabtchevsky, tendo como solista Jacques Klein. TMRJ.
 
5 de maio. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Isaac Karabtchevsky, tendo como solista Nelson Freire. TMRJ.

6 de março. Concerto de inauguração da Sala Villa-Lobos, do Teatro Nacional de Brasília, com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então no chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Claudio Santoro. 

7 de março. Falece a pianista paulista Guiomar Novaes.

7 de junho. Recital de Ingrid Haebler pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

20 de junho. Ney Salgado sola o Concerto de Schumann com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Claudio Santoro. Esta provavelmente foi a primeira vez que um pianista tocou na Sala Villa-Lobos. Sala Villa-Lobos, Teatro Nacional, Brasília. 

21 de junho. Recital de Jean-Pierre Rampal (flauta) e Miguel Proença (piano) pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

4 de julho. Recital de Alicia de Larrocha pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

5 de julho. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Isaac Karabtchevsky, tendo como solista Antonio Guedes Barbosa. TMRJ.
 
14 de julho. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Henrique Morelenbaum, tendo como solista Arthur Moreira Lima. TMRJ.

24 de julho. Recital de Magda Tagliaferro com obras de Fauré, Chabrier, Debussy, Chopin, Hahn, Schumann. Sala Martins Penna, Teatro Nacional, Brasília.

1º de agosto. Recital de Magda Tagliaferro com obras de Chopin, Fauré, Chabrier, Debussy, Schumann (Carnaval). MASP, São Paulo.

11 de agosto. Tributo a Jacob do Bandolim, com Radamés Gnattali (piano), e conjunto formado por Joel Nascimento (bandolim), Luciana Rabello (cavaquinho), Raphael Rabello (violão 7 cordas), João Pedro Borges (violão 6 cordas), Maurício Carrilho (violão 6 cordas) e Celsinho Silva (pandeiro). Radamés interpretou ao piano solo Uma rosa para Pixinguinha, de sua autoria, acompanhou Joel Nascimento na música Amargura, também de sua autoria, e acompanhou o conjunto nas músicas Doce de coco, Vibrações, O vôo da mosca, Gostosinho, e Noites cariocas, da autoria de Jacob, e Conversa mole e Jacobeana, da autoria de Radamés. Na primeira parte do programa, foi apresentada a Suíte retratos, de Radamés Gnattali, na versão para bandolim e quinteto. Roteiro e direção geral: Hermínio Bello de Carvalho. Teatro Guaíra, Curitiba (PR). [acesse aqui o programa]

13 de agosto. Tributo a Jacob do Bandolim, com Radamés Gnattali (piano), e conjunto formado por Joel Nascimento (bandolim), Luciana Rabello (cavaquinho), Raphael Rabello (violão 7 cordas), João Pedro Borges (violão 6 cordas), Maurício Carrilho (violão 6 cordas) e Celsinho Silva (pandeiro). Radamés interpretou ao piano solo Uma rosa para Pixinguinha, de sua autoria, acompanhou Joel Nascimento na música Amargura, também de sua autoria, e acompanhou o conjunto nas músicas Doce de coco, Vibrações, O vôo da mosca, Gostosinho, e Noites cariocas, da autoria de Jacob, e Conversa mole e Jacobeana, da autoria de Radamés. Na primeira parte do programa, foi apresentada a Suíte retratos, de Radamés Gnattali, na versão para bandolim e quinteto. Roteiro e direção geral: Hermínio Bello de Carvalho. Teatro João Caetano, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

15 de agosto. Tributo a Jacob do Bandolim, com Radamés Gnattali (piano), e conjunto formado por Joel Nascimento (bandolim), Luciana Rabello (cavaquinho), Raphael Rabello (violão 7 cordas), João Pedro Borges (violão 6 cordas), Maurício Carrilho (violão 6 cordas) e Celsinho Silva (pandeiro). Radamés interpretou ao piano solo Uma rosa para Pixinguinha, de sua autoria, acompanhou Joel Nascimento na música Amargura, também de sua autoria, e acompanhou o conjunto nas músicas Doce de coco, Vibrações, O vôo da mosca, Gostosinho, e Noites cariocas, da autoria de Jacob, e Conversa mole e Jacobeana, da autoria de Radamés. Na primeira parte do programa, foi apresentada a Suíte retratos, de Radamés Gnattali, na versão para bandolim e quinteto. Roteiro e direção geral: Hermínio Bello de Carvalho. Sala Guiomar Novaes, São Paulo. [acesse aqui o programa]

17 de agosto. Tributo a Jacob do Bandolim, com Radamés Gnattali (piano), e conjunto formado por Joel Nascimento (bandolim), Luciana Rabello (cavaquinho), Raphael Rabello (violão 7 cordas), João Pedro Borges (violão 6 cordas), Maurício Carrilho (violão 6 cordas) e Celsinho Silva (pandeiro). Radamés interpretou ao piano solo Uma rosa para Pixinguinha, de sua autoria, acompanhou Joel Nascimento na música Amargura, também de sua autoria, e acompanhou o conjunto nas músicas Doce de coco, Vibrações, O vôo da mosca, Gostosinho, e Noites cariocas, da autoria de Jacob, e Conversa mole e Jacobeana, da autoria de Radamés. Na primeira parte do programa, foi apresentada a Suíte retratos, de Radamés Gnattali, na versão para bandolim e quinteto. Roteiro e direção geral: Hermínio Bello de Carvalho. Escola de Música de Brasília. [acesse aqui o programa]

17 de agosto. Concerto da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro sob regência e solo de piano de Paul Badura-Skoda. TMRJ.
 
24 de agosto. Magda Tagliaferro sola o Concerto de Schumann com a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro sob regência de Mário Tavares. TMRJ.

27 de agosto. Jacques Klein sola o Concerto No.27 de Mozart e o Concerto No.2 de Rachmaninoff com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Claudio Santoro. Sala de Concertos da Escola de Música de Brasília (depois renomeada para Teatro Levino de Alcântara).

28 de agosto. Recital dos pianistas Nelson Freire e Antonio Guedes Barbosa no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

30 de agosto.  Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira, sob regência de Isaac Karabtchevsky, tendo como solistas Jacques Klein, Arthur Moreira Lima, Nelson Freire, Antonio Guedes Barbosa, João Carlos Martins e Yara Bernette (Hexameron de Liszt). TMRJ.    

Setembro. É lançado o livro de memórias "Quase tudo", de Magda Tagliaferro, escrito originalmente em francês e traduzido para o português por Maria Lúcia Pinho.

5 de setembro. Jean-Louis Steuerman sola o Concerto No.1 de J. S. Bach com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Claudio Santoro. Sala de Concertos da Escola de Música de Brasília (depois renomeada para Teatro Levino de Alcântara).

20 de setembro. Recital de Antonio Guedes Barbosa pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

29 de setembro. Apresentação de Bill Evans. Sala Cecilia Meirelles, Rio de Janeiro.

29 de setembro (após a apresentação na Sala Cecilia Meirelles, mencionada acima). Bill Evans e Luiz Eça apresentam-se a 4 mãos, interpretando músicas de diversos standards. Chiko's Bar, Rio de Janeiro.

29 de outubro. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Isaac Karabtchevsky, tendo como solista Arthur Moreira Lima. TMRJ.

6 de novembro. 1º de 6 recitais do ciclo "Em tempo de valsa", organizado por Irany Leme. "Valsas de Francisco Mignone". Apresentação inicial de Eurico Nogueira França. Ivy Improta interpretou a Valsa de esquina No.2 e a Valsa-choro No.3, Noel Devos (fagote) interpretou duas valsas (para fagote solo) em 1ª audição mundial, Miriam Ramos interpretou a Valsa de esquina No.3, Juliana Wagner (Julinha Wagner Cohin) interpretou a Valsa brasileira No.3, o trio formado por Lenir Siqueira (flauta), Wanda Spinelli (canto) e Fani Löwenkron (piano) interpretou a Valsa de esquina No.5 e a Canção para uma valsa lenta (sobre versos de Mario Quintana), Sonia Maria Vieira interpretou a Valsa de esquina No.1, o duo formado por Perside Vianna (violino) e Irany Leme (piano) interpretou a Valsa de esquina No.2 (em transcrição para esta formação) e Maria Josephina Mignone interpretou as Valsas brasileiras No.1 e No.2 (esta última em 1ª audição mundial) e a Valsa de esquina No.12. Auditório Vera Janacopulos, UniRio, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa completo]

13 de novembro. 2º de 6 recitais do ciclo "Em tempo de valsa", organizado por Irany Leme. "Valsas". Apresentação inicial de Andrely Quintela De Paola. Laís de Souza Brasil interpretou as Valsas No.4, No.6 e No.10 de Camargo Guarnieri, o trio formado por Lenir Siqueira (flauta), Wanda Spinelli (canto) e Fani Löwenkron (piano) interpretou obras de Köhler, Gounod e Puccini, o duo formado por trio formado por Lenir Siqueira (flauta) e Fani Löwenkron (piano) interpretou obras de Briccialdi e Lenir Siqueira (Valsa Ermelinda), Sonia Maria Vieira interpretou obras de Weber, de Debussy e Bartok. Auditório Vera Janacopulos, UniRio, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa completo]

19 de novembro. Ney Salgado sola a Música concertante para piano e orquestra, de Claudio Santoro, com a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo sob regência de Eleazar de Carvalho. TMSP. [acesse aqui o programa]

20 de novembro. 3º de 6 recitais do ciclo "Em tempo de valsa", organizado por Irany Leme. "Valsas". Apresentação inicial de Irany Leme. Miriam Ramos interpretou 4 valsas de Chopin, Miguel Proença interpretou obras de Ravel (Valsas nobres e sentimentais) e Villa-Lobos (Valsa da dor), e o duo formado por Glória Queiroz (canto) e Larry Fountain (piano) interpretou "valsas de operetas". Auditório Vera Janacopulos, UniRio, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa completo]

27 de novembro. 4º de 6 recitais do ciclo "Em tempo de valsa", organizado por Irany Leme. Apresentação inicial de Clarisse Stukart. O duo formado por Perside Vianna (violino) e Irany Leme (piano) interpretou obras de Kreisler (2 peças) e Aloysio de Alencar Pinto (Homenagem a Kreisler), o duo formado por Fátima Alegria (canto) e Irany Leme (piano) interpretou obras de Johann Strauss II, Ana Carolina interpretou a Paráfrase da Valsa do morcego, de Strauss-Grünfeld, e Esther Naiberger interpretou a Paráfrase sobre o Danúbio azul, de Strauss-Schulz-Evler. Auditório Vera Janacopulos, UniRio, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa completo]

4 de dezembro. 5º de 6 recitais do ciclo "Em tempo de valsa", organizado por Irany Leme. Apresentação inicial de Georges Frrederic Mirault. O duo formado por Lenir Siqueira (flauta) e Fani Löwenkron (piano) interpretou duas valsas de Pattapio Silva (Amor perdido e Primeiro amor), o Lenir Siqueira (flauta), Wanda Spinelli (canto) e Fani Löwenkron (piano) interpretou obras de Catullo [da Paixão Cearense?] (Apolônia Sales), Catullo da Paixão Cearense e Luiz de Souza (Clélia), Arnaldo Rebello (Jeitinho de valsa), e Chico Buarque e Vinícius de Moraes (Valsinha), Sonia Maria Vieira interpretou obras de Misael Dominques (Nilza e Saudade) e Radamés Gnattali (3 Valsas), Abel Ferreira (clarineta) e seu conjunto interpretaram as valsas Luar de Coromandel, Tânia, Vânia, Descendo a Serra e Sorrisos d'Alma. Auditório Vera Janacopulos, UniRio, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa completo]

11 de dezembro. 6º de 6 recitais do ciclo "Em tempo de valsa", organizado por Irany Leme. Apresentação inicial de Eurico Nogueira França. Fani Löwenkron interpretou duas valsas de Chopin, Juliana Wagner (Julinha Wagner Cohin) interpretou duas valsas de Chopin, Lúcia Dantas interpretou a Valsa mephisto de Liszt, Lycia Cunha de Magalhães interpretou a Valsa poética, de Octavio Maul, Diva Lira interpretou a Valsa brilhante, de sua autoria, e Irany Leme interpretou obras de João Nunes (Morbidezza), Henrique Oswald (Valsa lenta), Aloysio de Alencar Pinto (Valsa lenta), e Moszkowski (Valsa). Auditório Vera Janacopulos, UniRio, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa completo]

No mundo

Edson Elias fica empatado em 2º lugar com a francesa Nathalie Béra-Tagrine no Concurso Internacional de Piano de Epinal, França. O 1º lugar deste ano foi da japonesa Kei Itoh.

José Feghali fica em 2º lugar no Concurso Internacional de Interpretação Rainha Sofia, em Madri, Espanha. O 1º lugar foi do grego Janis Vakarelis.

26 de fevereiro. Recital de Antonio Guedes Barbosa com obras de Haydn (Sonata em mi bemol), Beethoven (Sonata No.21), Villa-Lobos (A lenda do caboclo, Ciranda No.5 "Pobre cega...", Ciranda No.13 "À procura de uma agulha..." e A maré encheu, do Guia prático), Schubert-Liszt, Liszt. Alice Tully Hall, Nova York, EUA.

5 de outubro. Recital de Magda Tagliaferro com obras de Bach, Chopin, Chabrieri, Fauré, Debussy e Schumann (Carnaval). Carnegie Hall, Nova York, EUA.

1º de dezembro. Recital de Diana Kacso com obras de Liszt (Sonata), Beethoven (Sonata No.18), Haydn, Marlos Nobre (Tema e variações Op.7). 92d Street Y, Nova York, EUA.