1968

No Brasil

Pianistas ganhadores do prêmio APCA 1968 (Associação Paulista de Críticos de Artes): Lydia Alimonda (categoria "Solista"), Caio Pagano (categoria "Recitalista"), Arnaldo Cohen (categoria "Revelação"), Paulo Affonso de Moura Ferreira (dentre outros, na categoria "Prêmio especial"). A obra "Concertino para piano e coro", de Thedoro Nogueira, foi premiada na categoria "Obra de câmara".

14 de março. Recital de Jorg Demus pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

19 de março. Recital de Jorg Demus pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

15 de abril. Recital de Friedrich Gulda no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

4 de junho. Recital de Roberto Szidon pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

8 de julho. Concerto da Hallé Orchestra, sob regência de Sir John Barbirolli tendo como solista Denis Matthews, pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

1º de agosto. Recital de Nelson Freire pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

20 de novembro. Estreia de Tristorosa, de Villa-Lobos, por Arnaldo Estrella, na Sala Cecília Meireles, Rio de Janeiro.

No mundo

Setembro. Fany Solter é uma das finalistas e recebe diploma especial do Concurso Internacional de Música de Genebra (Suíça), criado em 1939. Não houve 1º lugar neste ano. Ficaram empatados em 2º lugar o americano Louis B. Nagel e o francês Jean-Claude Pennetier. 

Arthur Moreira Lima fica em 9º lugar no Concurso Internacional de Música de Montreal, Canadá. O 1º lugar foi do americano Garrick Ohlsson.