1968

No Brasil

Pianistas ganhadores do prêmio APCA 1968 (Associação Paulista de Críticos de Artes): Lydia Alimonda (categoria "Solista"), Caio Pagano (categoria "Recitalista"), Arnaldo Cohen (categoria "Revelação"), Paulo Affonso de Moura Ferreira (dentre outros, na categoria "Prêmio especial"). A obra "Concertino para piano e coro", de Thedoro Nogueira, foi premiada na categoria "Obra de câmara".

É lançada a gravação do ciclo completo das 32 Sonatas de Beethoven na interpretação de Fritz Jank, em 13 LPs (Continental, CMG 5006).

9 de fevereiro. Recital de Guiomar Novaes com obras de Bach-Siloti, Beethoven (Sonata No.21), Chopin (10 Prelúdios), Villa-Lobos (Prelúdio-ária das Bachianas brasileiras No.4; Branquinha (A boneca de louça) e Moreninha (A boneca de massa), de A prole do bebê No.1), Auditório Dona Isabel, Petrópolis (RJ). [acesse aqui o programa]

14 de março. Recital de Jorg Demus pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

19 de março. Recital de Jorg Demus pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

15 de abril. Recital de Friedrich Gulda. TMRJ.

18 de abril. Recital de Friedrich Gulda com obras de Handel (Suíte em mi menor), Beethoven (duas Sonatas), Gulda (Prelúdio e fuga, Depressão, Variações e Sonatina em 3 movimentos).. TMSP.

6 de maio. Recital de Natan Schwartzman (violino) e Fritz Jank (piano). TMSP.

18 de maio. Show "Pixinguinha 70 - concerto comemorativo do 70º aniversário do mestre 'Pizinguin' ". (depois descobriu-se que na verdade Pixinguinha nascera em 1897, e que portanto completava 71 anos). Radamés Gnattali interpretou ao piano solo Uma rosa para Pixinguinha, de sua autoria, e interpretou a dois pianos, com sua esposa Nelly Martins, o choro Carinhoso, de Pixinguinha, em arranjo de Radamés. Também participaram do show o conjunto Os chorões, o conjunto Os boêmios (da Rádio MEC), o conjunto Época de Ouro, Jacob do Bandolim e a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal  sob regência de Radamés Gnattali. TMRJ. [acesse aqui o programa]

4 de junho. Recital de Roberto Szidon. TMSP.

5 de junho. Recital de Olinda Allessandrini. Auditório do Conservatório de Música de Pelotas (RS).

21 de maio. Recital de Zvi Zeitlin (violino) e Fritz Jank (piano). TMSP.

28 de maio. Recital de Natuscia Calza com obras de Schumann (Variaições Abegg e Papillons), Feuchtwanger, Margola (Sonata 1965), Casella, Scarlatti (8 Sonatas). Obs. A Sonata No.23 de Beethoven, que estava programada, foi substituída pelas duas peças de Schumann. Sala Cecilia Meireles, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

31 de maio. "Música moderna do Brasil". Recital de Isabel Mourão (piano), Luís Carlos de Moura Castro (piano), Odette Ernest Dias (flauta), Bridget Moura Castro (clarineta), Perez Dworecki (viola), com obras de Camargo Guarnieri, Villa-Lobos, Francisco Mignone, Ernest Mahle e Guerra-Peixe. Sala Cecilia Meireles, Rio de Janeiro.

8 de julho. Concerto da Hallé Orchestra, sob regência de Sir John Barbirolli tendo como solista Denis Matthews, pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

8 de julho. Recital de Christian Ferras (violino) e Fritz Jank (piano). Rio de Janeiro.

9 de julho. Recital de Christian Ferras (violino) e Fritz Jank (piano). Rio de Janeiro.

29 de julho. Recital de Natan Schwartzman (violino) e Fritz Jank (piano). Rio de Janeiro.

1º de agosto. Recital de Nelson Freire pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

2 de agosto. Recital de Ruggiero Ricci (violino) e Fritz Jank (piano). Curitiba (PR). 

2 de agosto. Lydia Alimonda sola o Concertino para piano e coro, de Theodoro Nogueira, com o Coral Paulistano sob regência de Tullio Colacioppo. TMSP.

8 de agosto. Alonso Aníbal da Fonseca sola o Concerto No.2 de Chopin com a Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo sob regência de Armando Belardi. Clube Paulistano, São Paulo.

14 de agosto. Recital de Vítor Alexandre. Casa de Goethe, São Paulo.

15 de agosto. Recital de Vítor Alexandre com obras de Chopin. TMSP.

27 de agosto. Recital do duo pianístico Bauer-Bung com obras de Bach (Concerto em dó maior para dois pianos), Mozart-Busoni, Saint-Saëns (Variações sobre um tema de Beethoven), Chopin, Hoeller (Sonata em si menor), Milhaud (Suite Scaramouche). Sala Cecilia Meireles, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

3 de setembro. Recital de Almerindo D'Amato com obras de Martucci, Busoni, Respighi, Casella, Dallapiccola (Sonatina canônica). Sala Cecilia Meireles, Rio de Janeiro. [acesse o programa aqui]

7 de setembro. Sergei Dorensky sola o Concerto No.2 de Liszt e a Rapsódia sobre um tema de Paganini, de Rachmaninoff, com a Orquestra Sinfônica Nacional sob regência de Alceo Bocchino. Sala Cecilia Meireles, Rio de Janeiro.

10 de setembro. Recital de Eunice Katunda com obras de Stravinsky (Sonata), Villa-Lobos (Rudepoema), e Chopin (os 24 Estudos). Sala Cecilia Meireles, Rio de Janeiro.

12 de setembro. Recital de João Carlos Martins com os 24 Prelúdios e Fugas de O cravo bem temperado Vol.2, de J. S. Bach, correspondente ao 6º Concerto do II Ciclo Bach do Rio de Janeiro. Sala Cecilia Meireles, Rio de Janeiro.

16 de setembro. Recital de Paul Badura-Skoda com Sonatas de Beethoven. Sala Cecilia Meireles, Rio de Janeiro.

17 de setembro. Malcolm Frager sola o Concerto No.2 de Prokofieff com a Orquestra Sinfônica Brasileira sob a Eleazar de Carvalho. TMRJ. [acesse aqui o programa]

18 de setembro. Recital de Paul Badura-Skoda com Sonatas de Beethoven. Sala Cecilia Meireles, Rio de Janeiro.

19 de setembro. Recital do trio Luís de Moura Castro (piano), Paolo Nardi (clarineta) e Guerra Vicente (violoncelo). Sala Cecilia Meireles, Rio de Janeiro.

1º de outubro. Gyorgy Sandor sola o Concerto No.3 de Prokofieff com a Orquestra Sinfônica Brasileira sob a regência de Pablo Komlós. TMRJ.

13 de outubro. Recital de Luiz Fernando Benedini. MASP, São Paulo.

18 a 29 de outubro. 1º Concurso Nacional de Piano da Guanabara. Juri: Miécio Horszowski (presidente), Ayres de Andrade, Ciro Monteiro Brizola, Eurico Nogueira França, Francisco Mignone, João Carlos Martins. Ganhadores: 1º lugar (empatados): Arnaldo Cohen e Linda Bustani; (não houve 2º lugar); 3º lugar: Edson Elias; 4º lugar: Luís Fernando Benedini; 5º lugar: Maria Aparecida de Oliveira. Sala Cecilia Meireles, Rio de Janeiro. [acesse aqui o livro de candidatos]

18 de outubro. Concerto de abertura do 1º Concurso Nacional de Piano da Guanabara (ver acima). Miécio Horszowski sola o Concerto No.27 de Mozart e o Concerto No.1 de Chopin com a Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Isaac Karabtchevsky. Sala Cecilia Meireles, Rio de Janeiro.

25 de outubro. Concerto da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo sob regência de Simon Blech tendo Fritz Jank como solista. TMSP.

29 de outubro. Concerto de encerramento do 1º Concurso Nacional de Piano da Guanabara (ver acima), com os ganhadores (empatados em 1º lugar). Linda Bustani sola o Concerto No.1 de Prokofieff, e Arnaldo Cohen sola o Concerto No.4 de Rachmaninoff, ambos com a Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Isaac Karabtchevsky. Sala Cecilia Meireles, Rio de Janeiro.

3 de novembro. Recital de Perez Dworecki (viola) e Fritz Jank (piano). Rio de Janeiro.

20 de novembro. Recital de Eudóxia de Barros com obras de Bach-Siloti, Beethoven (Sonata No.26), Schumann (Carnaval), Najla Jabôr, Brenno Blauth, Camargo Guarnieri (Estudo No.10) e Prokofieff (Sonata No.7. TMSP.

20 de novembro. Recital de Arnaldo Estrella com obras de Villa-Lobos (Tristorosa, em 1ª audição mundial; 6 Cirandas, A pobrezinha, de A prole do bebê No.1; O gatinho de papelão e O boizinho de chumbo, de A prole do bebê No.2), Guia prático No.3, completo, A gaita de um precoce fantasiado, de O carnaval das crianças, Ária-cantiga das Bachianas brasileiras No.4, e Dança do índio branco). Sala Cecília Meireles, Rio de Janeiro.

22 de novembro. Recital de Vítor Alexandre. TMSP.

4 de dezembro. Guiomar Novaes sola o Concerto No.4 de Beethoven com a Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Eleazar de Carvalho. TMSP. [acesse aqui o programa]

No mundo

Arthur Moreira Lima fica em 9º lugar no Concurso Internacional de Música de Montreal, Canadá. O 1º lugar foi do americano Garrick Ohlsson.

28 de fevereiro. João Carlos Martins sola o Concerto de Ginastera com a Boston Symphony sob regência de Erich Leinsdorf. Philharmonic Hall, Nova York, EUA.

24 de março. Recital de Guiomar Novaes com obras de Bach-Siloti, Beethoven (Sonata No.21), Chopin (Sonata No.2 e Improviso No.2), Villa-Lobos (Prelúdio-ária das Bachianas brasileiras No.4; A Branquinha, A Pobrezinha, A Moreninha, de A prole do bebê No.1). De bis, foram executadas obras de Villa-Lobos (O polichinelo, de A prole do bebê No.1), Debussy, e Gottschalk. Philharmonic Hall, Nova York, EUA.

27 de maio. Recital de Eunice Katunda. Carnegie Hall, Nova York, EUA.

Setembro. Fany Solter é uma das finalistas e recebe diploma especial do Concurso Internacional de Música de Genebra (Suíça), criado em 1939. Não houve 1º lugar neste ano. Ficaram empatados em 2º lugar o americano Louis B. Nagel e o francês Jean-Claude Pennetier.