1902

No Brasil

Neste ano são realizadas as primeiras gravações no Brasil, pela Casa Edison, no Rio de Janeiro.

6 de junho. Falece o compositor Leopoldo Miguéz.

23 de julho. Nasce Walter Burle-Marx em São Paulo (SP).

5 de agosto. Recital com participação dos músicos Barrozo Netto (piano), Amélia de Mesquita (piano), Alcina Navarro (piano), Manoel Faulhabert (piano), Olivia da Cunha (violino), Jeronymo Silva (violino), Francisco Altem(restante do nome ilegível) (violino), Ernesto Ronchini (viola), Narciso Figueiras Filho (violoncelo), Ricardo Roveda (contrabaixo), Olivia da Cunha (canto), e Carlos de Carvalho (canto) com obras de Francisco Braga (Romance e Berceuse), D. de Carvalho (Menuet Op.23, Gavotte, Musette Op.25, Menuet Op.26 e Au printemps), Manoel Faulhabert (Caprice-valse), C. de Mesquita (J'ai rêvé, e Cortejo, esta última para dois pianos), Henrique Oswald (Berceuse e Romance), Leopoldo Miguéz (Sylvia Op.22, Noturno Op.10, Scherzetto Op.20 e Pelo amor), Joao Itiberê da Cunha, sob o pseudônimo Iwan d'Hunac (Magdala - Air de ballet, Cena IV), Barrozo Netto (Cantiga e Humoresca), Alberto Nepomuceno (Amo-te muito, Le mirroir d'or e Xacara), Ernesto Ronchini (Romance). Barrozo Netto realizou os acompanhamentos ao piano. Casa da família Betim Paes Leme, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

No mundo