1980

No Brasil

Pianistas ganhadores do prêmio APCA 1980 (Associação Paulista de Críticos de Artes): José Eduardo Martins (categoria "Recitalista"), César Camargo Mariano (categoria "Teclados", em ´"Música popular").

21 de fevereiro. Falece o pianista Arnaldo Estrella.

12 de abril. Arthur Moreira Lima sola o Concerto No.1 de Chopin com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Claudio Santoro. Cine Brasília.

17 de maio. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de George Mester, tendo como solista Roberto Szidon. TMRJ. 

18 de maio. Concerto No.1 de Liszt é solado por pianista não-identificado, com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Claudio Santoro. Cine Brasília.

21 de maio. Recital de Caio Pagano pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

21 e 24 de maio. Concertos da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Isaac Karabtchevsky, tendo como solista Byron Janis. TMRJ.

31 de maio. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Isaac Karabtchevsky, tendo como solista Nelson Freire. TMRJ.   

7 de junho. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Piero Gambá, tendo como solista Arthur Moreira Lima. TMRJ.    

14 de junho. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Isaac Karabtchevsky, tendo como solista Rafael Orozco. TMRJ.  

14 de junho. Nelson Freire sola o Concerto No.4 de Beethoven com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Claudio Santoro. Cine Brasília.

26 de junho e 5 de julho. Concertos da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Henrique Morelenbaum, tendo como solista Jacques Klein. TMRJ.

10 de julho. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência Alceo Bocchino, tendo como solista Nelson Freire. TMRJ.

26 de julho. Fany Solter sola Intermitências (provavelmente No.2 ou No.3) de Claudio Santoro, e o Tema e variações - Os quatro temperamentos de Hindemith, com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Claudio Santoro. Cine Brasília.          

28 de julho. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Alceo Bocchino, tendo como solista Arnaldo Cohen. TMRJ. 

5 de agosto. Recital de Antonio Del Claro (violoncelo) e Arnaldo Cohen (piano) pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

9 de agosto. Jean-Louis Steuermann sola o Concerto No.2 de Rachmaninoff com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Claudio Santoro. Cine Brasília.

10 de agosto. Jean-Louis Steuermann sola o Concerto No.2 de Rachmaninoff com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Claudio Santoro. Cine Brasília.            

20 de agosto. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Isaac Karabtchevsky, tendo como solistas Nelson, Arthur Moreira Lima, Jacques Klein e João Carlos Martins. TMRJ.           

23 de agosto. Magda Tagliaferro sola o Concerto No.20 de Mozart com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Claudio Santoro. Cine Brasília. 

1º de setembro. Mônica Godoy sola o Concerto No.1 de Liszt com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Claudio Santoro. Auditório do Colégio Militar de Brasília.

4 de setembro. Recital do Quarteto de Cordas Municipal, com participação da pianista Daisy de Luca, pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

9 de setembro. Recital do Quarteto de Cordas Municipal, com participação da pianista Daisy de Luca, pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

19 de setembro. Recital de Nelson Freire no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

20 de setembro. Roberto Szidon sola o Concerto No.3 de Beethoven com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Claudio Santoro. Cine Brasília.

21 de setembro. Soledade Arnaud sola o Concerto No.20 de Mozart com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então denominada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Claudio Santoro. Cine Brasília.

26 de setembro. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Benito Juarez, tendo como solista Antonio Guedes Barbosa. TMRJ.

4 de outubro. Ney Salgado sola o Concerto No.25 de Mozart com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Alceo Bocchino. Cine Brasília.      

7 de outubro. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Benito Juarez, tendo como solista Arthur Moreira Lima. TMRJ. 

14 de outubro. Recital de Clara Sverner pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

12 de novembro. Recital dos pianistas Regina Normanha Martins e José Eduardo Martins pela Sociedade de Cultura Artística de São Paulo.

29 de novembro. Caio Pagano Lima sola o Acronon de Koellreuter com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência do autor. Cine Brasília.

30 de novembro. Caio Pagano Lima sola o Acronon de Koellreuter com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência do autor. Cine Brasília.

9 de dezembro. Ney Salgado sola a Grande Polonaise Brilhante de Chopin com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro (então chamada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília), sob regência de Claudio Santoro. Cine Brasília.

No mundo

Marco Antônio de Almeida fica em 3º lugar no Concurso Internacional de Piano Gina Bachauer (Gina Bachauer International Piano Competition). O 1º lugar foi do americano Duane Hulbert.