1855

No Brasil

10 de julho a 16 de dezembro. O pianista suíço Sigismond Thalberg chega ao Rio de Janeiro com um grupo de cantores contratados na Europa para o elenco do Teatro Lírico Fluminense, permanecendo durante este período. Apresentou-se em uma série de seis concertos públicos, e realizou vários recitais em salões particulares, inclusive em Vassouras (RJ), Paraíba do Sul (RJ) e outras cidades. 

25 de julho. Estreia de Sigismond Thalberg no Teatro lírico Fluminense, onde daria mais três concertos com a participação de cantores do teatro e orquestra regida por Gioacchino Giannini. Seu repertório consistia de fantasias e variações de sua autoria sobre motivos de óperas, e um Estudo em lá menor, que fez muito sucesso.

3 de outubro. Concerto sob regência de Cristiano Stockmayer, tendo como solista Sigismond Thalberg. Teatro São Pedro de Alcântara, Rio de Janeiro.

14 de dezembro. Último concerto de de Sigismond Thalberg no Brasil, em que tocou a dois pianos com Achille Arnaud. Teatro São Pedro de Alcântara, Rio de Janeiro.

No mundo