1901

No Brasil

31 de março. O trio formado por Barrozo Netto (piano), Humberto Milano (violino) e Benno Niederberger (violoncelo) interpreta o Trio No.1 de Mendelssohn. Barrozo Netto sola ao piano a Lenda No.2 de Liszt. Também participaram do recital, Humberto Milano (violino), Julia F. Alegria (canto),  Benno Niederberger (violoncelo), e Carlos de Carvalho (canto) (interpretou canções de Barrozo Netto (Adeus) e Alberto Nepomuceno (Sonhei). Os acompanhamentos ao piano foram feitos por Barrozo Netto e Querino de Oliveira. Palácio de Cristal, Petrópolis (RJ). [acesse aqui o programa}

24 de novembro. "Concerto do professor Barrozo Netto". Barrozo Netto sola o 1º movimento do Concerto de Grieg, acompanhado ao 2º piano por Alfredo Bevilacqua. Ao piano solo, Barrozo Netto interpreta o 1º mov. da Sonata No.32 de Beethoven, São Francisco de Paula caminhando sobre as ondas, Scherzo No.3 de Chopin, e três peças de sua autoria (Romance sem palavras, Peça humorística em forma de gavota, e Improviso, estas duas últimas em 1ª audição mundial). Sylvia Guedes de Mello e Barrozo Netto interpretam a 2 pianos o Scherzo Op.87 de Saint-Saëns. Jeronymo Silva (violino) e Barrozo Netto (piano) interpretam o 2º mov. da Suíte Op.11 de Goldmarck. Jeronymo Silva (violino) interpreta obras de Bossi e Hausser. Também participaram do recital os cantores Carlos de Carvalho, interpretando obras duas canções de Alberto Nepomuceno em 1ª audição mundial (Somno e Le miroir d'or), duas canções de Barrozo Netto (Adeus! e Cantiga), e uma canção de Leopoldo Miguéz (I Salduni). Camilla da Conceição interpretando duas canções de Barrozo Netto (Dorme..., em 1ª audição mundial e Balada) e uma canção de Francisco Braga (Desejo). Carlos de Carvalho e Camilla da Conceição interpretam um dueto de Donizetti. Os acompanhamentos provavelmente foram feitos por Barrozo Netto. Salão do Instituto Nacional de Música, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

No mundo