2002

No Brasil

Realização do 3º Concurso Nacional de Piano de Música Brasileira “Spartaco Rossi”, no Conservatório de Tatuí, SP. Vencedores: I Turno: 1º Lugar – Ariã Al Yamanaka (São Caetano-SP); 2º Lugar – Marcelle Rebeca Maganha (Lençóis Paulista – SP); 3º Lugar – Israel Monteiro dos Santos (Piracicaba – SP). Menções Honrosas – Gabriela Fernanda Valêncio (Tatuí-SP) e Lúcia Genta Lotufo (São Paulo). II Turno: 1º Lugar – Ana Elisa G. Pereira (Joinville-SC); 2º Lugar – Felipe Balieiro Martin (Santo André-SP); 3º Lugar – Gethiely Silva Gasparini (Monte Castelo-SP). Menções Honrosas – Fabrizio Lopes Mondelli (Bauru-SP) e Rafaela Slompo da Costa (Curitiba-PR). III Turno: 1º Lugar – Isabella Perazzo C. Campos (João Pessoa-PB); 2º Lugar – Daniel Inamorato dos S. Louro (Santo André-SP); 3º Lugar – Paulo Henrique A. de Almeida (Tatuí-SP). Menções Honrosas – Rebeca Moraes da Coll (Tatuí-SP) e Renan Rodrigues dos Santos (Piracicaba-SP). IV Turno: 1º Lugar – Antonio Vaz Leme (São Paulo-SP); 2º Lugar – Luiz Felipe Junta Gonçalves (Goiânia-GO); 3º Lugar – Eduardo Vieira Tagliati (Juiz de Fora-MG). Menções Honrosas – Robervaldo Linhares Rosa (Goiânia-GO). Comissão julgadora: André Rangel, Leila Mutanen Tai e Mauricy Martin.

O álbum "Só para a mão esquerda", de João Carlos Martins, vence a 13ª Edição do Prêmio da Música Brasileira na categoria "Álbum Clássico".

9 de janeiro. Recital de Dilson Florêncio (saxofone) e Maria Teresa Madeira (piano) com obras de Eccles (Sonata), Marlos Nobre (Desafio III Op.31/8bis), Ronaldo Miranda (Fantasia). De bis, foi interpretado Chanson a bercer, de Bozza. Recital como parte do 24º CIVEBRA (Curso Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília). Teatro Levino de Alcântara, Escola de Música de Brasília.

13 de janeiro. Recital de Nailson Simões (trompete) e Maria Teresa Madeira (piano) com obras de Ricardo Tacuchian (Alecrim), Sérgio de Vasconcellos-Corrêa (Sonata para trompete e piano), Osvaldo Lacerda (Pequena Suíte - I. Dobrado, II. Canção III. Final; Invocação e Ponto), José U. da Silva (Duda) (Concertino para trompete), como parte do 24º CIVEBRA (Curso Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília). Teatro Levino de Alcântara, Escola de Música de Brasília.

17 de janeiro. Recital de Gergely Ittzés (flauta) e Maria Teresa Madeira (piano) com obras de Poulenc (Sonata para flauta e piano), Dutilleux, Bizet-Born, como parte do 24º CIVEBRA (Curso Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília). Teatro Levino de Alcântara, Escola de Música de Brasília.

5 de fevereiro. Série “Música na Semana de 22 – Villa-Lobos trilha novos caminhos”. Maria Teresa Madeira interpretou ao piano solo obras de Blanchet (Au jardin du vieux sérail), Villa-Lobos (O ginete do pierrozinho), Debussy (La Soirrée dans Grenade e Minstrels). Marcos Paulo (tenor) e Maria Teresa Madeira (piano) interpretaram canções de Villa-Lobos (Festim Pagão, Solidão, Cascavel). Provavelmente participaram deste recital outros músicos. Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro.

19 de fevereiro. Série “Música na Semana de 22 – Villa-Lobos trilha novos caminhos”. Alceu Reis (violoncelo) e Maria Teresa Madeira (piano) interpretam a Sonata No.2 para violoncelo e piano, de Villa-Lobos.Provavelmente participaram deste recital outros músicos. Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro.

26 de fevereiro. Série “Música na Semana de 22 – Villa-Lobos trilha novos caminhos”. Alceu Reis (violoncelo) e Maria Teresa Madeira (piano) interpretam a Sonata No.2 para violoncelo e piano, de Villa-Lobos.Provavelmente participaram deste recital outros músicos. Centro Cultural Banco do Brasil, São Paulo.

5 de março. Série “Música na Semana de 22 – Villa-Lobos trilha novos caminhos”. Maria Teresa Madeira interpretou ao piano solo obras de Blanchet (Au jardin du vieux sérail), Villa-Lobos (O ginete do pierrozinho), Debussy (La Soirrée dans Grenade e Minstrels). Marcos Paulo (tenor) e Maria Teresa Madeira (piano) interpretaram canções de Villa-Lobos (Festim Pagão, Solidão, Cascavel). Provavelmente participaram deste recital outros músicos. Centro Cultural Banco do Brasil, São Paulo.

10 de março. Recital de Toninho Carrasqueira (flauta) e Maria Teresa Madeira (piano). SESC Santo André, Rio de Janeiro.

29 de março. Recital de Marcus Vianna (violino) e Maria Teresa Madeira (piano) com obras de Chiquinha Gonzaga. SESC Tijuca, Rio de Janeiro.

2 de abril. Abertura do projeto "Hora do Chá". Recital de Maria com obras de Ernesto Nazareth. Espaço Baden Powell, Rio de Janeiro.

6 de abril. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Yeruham Scharovsky tendo como solista Nelson Freire. TMRJ.

9 de abril. Concerto da Orquestra Filarmônica de Câmara de Viena sob regência de Claudius Traunfellner tendo como solista Andréas Frolich. TMRJ.

20 de abril. Transmissão do programa “Música e Músicos do Brasil”, dedicado a Ernesto Nazareth. O pesquisador Alexandre Dias selecionou e comentou uma série de gravações históricas de músicas de Ernesto Nazareth. Estavam presentes no estúdio Irany Leme (representando Aloysio de Alencar Pinto), o biógrafo Luiz Antonio de Almeida, e a pianista Maria Teresa Madeira, que interpretou Escorregando, de Ernesto Nazareth. Produção: Lauro Gomes. Programa gravado no dia 19 de março, no Estúdio da Rádio MEC, Rio de Janeiro.

5 de maio. Arnaldo Cohen sola o Concerto em formas brasileiras, de Hekel Tavares, com a Orquestra Petrobrás Pró-Música sob regência de Roberto Tibiriçá. Este concerto foi gravado e lançado em CD. TMRJ.

8 de maio. Oficina intitulada "O Piano de Nazareth e Chiquinha", ministrada por Maria Teresa Madeira, sob patrocínio da Funarte. Rio de Janeiro. 

8 de maio. Recital de Ruth Staerke (soprano), Inácio de Nonno (barítono) e Maria Teresa Madeira com obras de Brahms, De Falla, F. Obradors, Ravel, Guerra-Peixe (Drummondiana - I. Canção para álbum de moça; II. Perguntas em forma de cavalo marinho; III. Qualquer tempo; IV. Canto esponjoso; V. Cidadezinha qualquer; VI. Canção amiga; VII. Festa no brejo). Sala Cecília Meireles, Rio de Janeiro.

15 de maio. Oficina intitulada "O Piano de Nazareth e Chiquinha", ministrada por Maria Teresa Madeira, sob patrocínio da Funarte. Rio de Janeiro. 

22 de maio. Oficina intitulada "O Piano de Nazareth e Chiquinha", ministrada por Maria Teresa Madeira, sob patrocínio da Funarte. Rio de Janeiro. 

29 de maio. Oficina intitulada "O Piano de Nazareth e Chiquinha", ministrada por Maria Teresa Madeira, sob patrocínio da Funarte. Rio de Janeiro. 

11 de junho. Concerto da Orquestra do Theatro Municipal sob regência de Ira Levin tendo como solista Leonid Kuzmin. TMRJ.

9 de julho. André Kacowicz sola o Concerto No.2 de Rachmaninoff com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro, sob regência de Cláudio Cohen. Sala Villa-Lobos, Teatro Nacional Claudio Santoro, Brasília.

13 de julho. Maria Teresa Madeira sola as Variações Sinfônicas, de Lorenzo Fernandez, com a Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Ricardo Rocha. Sala Cecília Meireles, Rio de Janeiro.

27 de julho. Falece o pianista, compositor e regente José Vieira Brandão.

28 de julho. Concerto da Orquestra Petrobrás Pró-Música tendo como solista Barry Douglas. TMRJ.

30 de julho. Recital de Julie Koidin (flauta) e Maria Teresa Madeira (piano) com obras de Barber, Hoover, Scott Joplin, Altamiro Carrilho (O eterno jovem Bach), Boiling (Sentimentale e Javanaise, da Suite for Flute and Jazz Piano), Pattapio Silva (Evocação, Zinha), Alberto Arantes (Pot-pourri brasileiro). De bis, foi interpretado Oriental, de Altamiro Carrilho. Casa Thomas Jefferson, Brasília.

3 de agosto. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Yeruham Scharovsky tendo como solista Linda Bustani. TMRJ.

4 de agosto. Concerto da Orquestra Petrobrás Pró-Música tendo como solista Barry Douglas. TMRJ.

6 de agosto. Concerto da Orquestra de jovens das Américas sob regência de Benjamin Zander tendo como solista Horacio Lavandera. TMRJ.

13 de agosto. Jean Louis Steuerman sola o Concerto No.2 de Rachmaninoff com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro, sob regência de Sílvio Barbato. Sala Villa-Lobos, Teatro Nacional Claudio Santoro, Brasília.

17 de agosto. Show de Rildo Hora (gaita) e Maria Teresa Madeira (piano) com obras de Rildo Hora (Série de Pai para Filho (I. De pai para filho II. Coe Coe III. Cafusa), Anda, sai dessa cama, Canção que nasceu do amor, ), Jacob do Bandolim (Cabuloso), Milton Nascimento (Morro velho), Chiquinha Gonzaga (Lua Branca, Atraente, Bionne), Ernesto Nazareth (Brejeiro, Apanhei-te Cavaquinho), Carolina Cardoso de Menezes (Preludiando), Hermeto Pascoal (Chorinho pra ele), Zé Dantas e Luiz Gonzaga (Algodão). Cine Theatro, Piraquê, Rio de Janeiro.

20 de agosto. Nivaldo Tavares sola o Concerto No.1 de Tchaikovsky com a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro, sob regência de Sílvio Barbato. Sala Villa-Lobos, Teatro Nacional Claudio Santoro, Brasília.

24 de agosto. Concerto da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal sob regência de Lior Shambadal tendo como solista Arthur Moreira Lima. TMRJ.

27 de agosto. Recital do Duo Caldi-Barancoski, formado por Estela Caldi e Ingrid Barancoski (piano a 4 mãos) com obras de Henrique Morozowicz (Rondoleto da Suíte Abajour), Roberto Victorio (Iks), José Penalva (Mini-suíte No.2 - I. Cana verde; II. Ponteado; III. Sincopado), Ricardo Tacuchian (Estruturas gêmeas), Almeida Prado (VI Episódios de animais - I. Bem-te-vi, marimbondos, Guaiamu (caranguejo), Libélula, Boicininga (cascavel), Xauim (sagui)), H. D. Korenchendler (Pequena Suíte cinematográfica - I. Prelúdio para uma cena bíblica; II. De Múmias, Mistérios, Mortos-vivos e congêneres...; III. The per(se)cution by J. Bills & some others...; IV. Valsinha para MGM/Operetas, por Franz QWERTY... etc.; V. Prkgl! Ngt brr nkm, prkgl! A Federação de Alpha Centauri ataca!; VI. The Dramatic Bang-bang Final Battle:; VII. Gran Finale!!!) (1ª audição mundial). Auditório Casa de Rui Barbosa, Rio de Janeiro.

31 de agosto. Concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira sob regência de Roberto Duarte tendo como solista José Feghali. TMRJ.

10 de setembro. Festival Francisco Mignone, Noël Devos (fagote) e Maria Teresa Madeira (piano) interpretam o Concertino para fagote e orquestra (redução para piano), de Francisco Mignone. Maria Teresa Madeira interpreta ao piano solo as seguintes obras de Francisco Mignone (Tango, 3ª Valsa-choro, Dança do Botocudo). O Sexteto do Rio, formado por José Botelho (clarineta), Noël Devos (fagote), Luis Carlos Justi (oboé), Zdnek Svab (trompa), Celso Woltzenlogel (flauta) e Maria Teresa Madeira (piano) interpretam o Sexteto No.2, de Francisco Mignone. FINEP, Rio de Janeiro.

19 de setembro. Recital de Lilly Abreu (canto) e Maria Teresa Madeira (piano) com obras de Copland, Previn, Gershwin. Espaço BNDES, Rio de Janeiro.

25 de outubro. Programa Sala de Concerto, transmitido ao vivo pela Rádio MEC FM, em homenagem a Carolina Cardoso de Menezes. Maria Teresa Madeira interpretou obras de Carolina Cardoso de Menezes (Preludiando, Lembrando Nazareth, Tudo cabe num beijo, Eu sou do barulho, Rosas amarelas para uma pianista, Expressinho), Sinhô (Jura, em arranjo de Maria Teresa Madeira, inspirado no arranjo de Carolina Cardoso de Menezes), Ernesto Nazareth (Escorregando, Fon-Fon!), Chiquinha Gonzaga (Atraente). Produção: Lauro Gomes. Estúdio Sinfônico da Rádio MEC, Rio de Janeiro.

24 de novembro. Concerto da Orquestra Petrobrás Pró-Música tendo como solista Nelson Freire. TMRJ.

27 de novembro. Lançamento do CD “Romance Policial”, de Tim Rescala, tendo Maria Teresa Madeira ao piano. Sala Baden Powell, Rio de Janeiro.

8 de dezembro. Recital de Arnaldo Cohen dedicado à música brasileira. TMRJ.

8 de dezembro. "Tango entre amigos". Recital de Irany Leme, com participação dos dançarinos Isabella Lomez e Daniel Raphael. Foram interpretados 11 tangos estrangeiros, Tango brasileiro de Sá Pereira, Nove de julho e Fon-fon! de Ernesto Nazareth. Coordenação de Aloysio de Alencar Pinto. Fundação Cultural Avatar, Rio de Janeiro. [acesse aqui o programa]

13 de dezembro. Show de Nicolas Krassik (violino) e Maria Teresa Madeira (piano) com obras de Pixinguinha (Proezas de Solon, Lamento, Seu Lourenço no Vinho, Rosa, Vou vivendo, 1 x 0), Jacob do Bandolim (Santa Morena), Tom Jobim (Luiza), Ernesto Nazareth (Escorregando, Brejeiro, Apanhei-te cavaquinho), Chiquinha Gonzaga (Plangente), Sinhô (Jura, em arranjo de Maria Teresa Madeira, inspirado no arranjo de Carolina Cardoso de Menezes). Sala Funarte, Rio de Janeiro.

14 de dezembro. Show de Nicolas Krassik (violino) e Maria Teresa Madeira (piano) com obras de Pixinguinha (Proezas de Solon, Lamento, Seu Lourenço no Vinho, Rosa, Vou vivendo, 1 x 0), Jacob do Bandolim (Santa Morena), Tom Jobim (Luiza), Ernesto Nazareth (Escorregando, Brejeiro, Apanhei-te cavaquinho), Chiquinha Gonzaga (Plangente), Sinhô (Jura, em arranjo de Maria Teresa Madeira, inspirado no arranjo de Carolina Cardoso de Menezes). Sala Funarte, Rio de Janeiro.

No mundo

8 de outubro. "Projet Baron Samedi – musiciens brésiliens". Recital de Maria Teresa Madeira (piano), Radegundis Feitosa (trombone), Michel Boiton (percussão), Christian Rollet (percussão), e Guarionex Aquino (percussão). Lyon, França.

14 de outubro. Projeto "Margins of Music". Recital e palestra de Maria Teresa Madeira sobre Chiquinha Gonzaga. Universidade de Helsinki, Finlândia.